Mosteiro de São Martinho de Tibães: a obra da Arquiteta Paisagista Maria João Dias Costa

Dissertação de Mestrado

O presente trabalho consiste no estudo do Mosteiro de São Martinho de Tibães (MSMT), com base no trabalho realizado pela Arquiteta Paisagista Maria João Dias Costa entre 1987 e 2013. O Mosteiro de São Martinho de Tibães foi a Casa Mãe da Congregação dos Monges Negros do Reino de Portugal entre 1567 e 1833, e desde 1944 foi classificado Imóvel de Interesse Público (IIP), onde a sua Cerca foi considerada um Jardim Histórico. Desta forma é importante reunir toda a informação disponível relacionada com a prática de Arquitetura Paisagista no local. Como esta prática continua a ser um procedimento muitas vezes desconhecido e desacreditado, o presente estudo tornou-se uma via para o conhecimento desta arte, neste Mosteiro. O estudo da Cerca do Mosteiro de São Martinho de Tibães, tema principal do trabalho, teve como objetivo primordial a recolha e organização dos registos de trabalhos/estudos da Arquiteta Paisagista Maria João Dias Costa, que se integra no projeto de recuperação e requalificação da Cerca, desde que este teve início em 1987. A informação recolhida foi analisada, organizada e sintetizada para uma posterior publicação na internet. Desta forma, todos terão acesso a informações essenciais para a prática de Arquitetura Paisagista, sobre o conjunto de técnicas, conceitos e princípios aplicados nos jardins e cercas de valor histórico. Foi realizado o estudo histórico sobre a Ordem de São Bento e os Beneditinos, sobre Cercas Beneditinas e sobre o tema principal, Mosteiro de São Martinho de Tibães. Todos estes elementos permitem reconstruir a história do local, que de certa forma possibilitou à Arquiteta Paisagista Maria João Dias Costa trabalhar com um olhar no passado e outro no futuro.
The present work consists in the study of the Monastery of São Martinho de Tibães (MSMT), based on the work done by the Landscape Architect Maria João Dias Costa between 1987 and 2013. The Monastery of São Martinho de Tibães was the Mother House of the Black Monks from Portugal between 1567 and 1833. Since 1944 has been classified as a building of public interest, where it garden was considered Historic. It is important to gather all the available information related to the practice of Landscape Architecture at this place because this practice remains unknown and is often discredited. This study has become a path for the knowledge of this art in this Monastery. The main objective of this study was the gathering and organization of work records / studies of the Landscape Architect Maria João Dias Costa, who integrated since 1987, in the restoration and rehabilitation project of this Historic Garden. The information was analyzed, organized and synthesized to a later publication on the internet. This way, everyone will have access to essential data about techniques, concepts and principles applied in the historic gardens about Landscape Architecture. It was realized the study of St. Benedict Order, Benedictine Gardens and Monastery of São Martinho de Tibães. These elements allow reconstructing the history of this place that somehow has enabled the Landscape Architect Maria João Dias Costa, to work with a look into the past and one in the future.